Não faz muito tempo tive uma aluna de conversação em inglês que tinha uma grande oportunidade pela frente. Uma grande empresa internacional de caminhões estava prestes a construir sua primeira planta no Brasil. Para dirigir todo esse trabalho de construção eles estavam buscando um engenheiro altamente qualificado, mas com um diferencial, que soubesse falar inglês fluente. Eu e minha aluna nos reuníamos frequentemente e conversávamos sobre os mais diversos tópicos. Eu sempre a corrigia no momento certo, mas permitia que ela se expressasse com tranquilidade a maior parte do tempo. Ela evoluiu muito na conversação em inglês e nas últimas aulas não parava mais de falar! Ela adquiriu uma autoconfiança muito grande.

Diversos engenheiros qualificados foram entrevistados, as entrevistas eram somente em inglês, e não foi só uma entrevista, foram várias entrevistas com várias pessoas em diferentes oportunidades. Fiquei muito feliz quando nos encontramos novamente e fui informado que ela foi a engenheira escolhida. Ela foi contratada para administrar esse grandioso e importante projeto. O que fez a diferença para ela foi o fato de saber desenvolver uma conversação em inglês, fazendo com que todos os entrevistadores se sentissem à vontade em sua presença.

É possível que em sua vida surgirão oportunidades para trabalhar em empresas internacionais, e portanto você será entrevistado em inglês. As perguntas na maior parte do tempo giram em torno de suas qualificações, seus hobbies, sua família. Quando o inglês não é o seu idioma nativo você tem um obstáculo adicional, que é o de permanecer tranquilo, confiante e sereno diante do entrevistador, muitas vezes sem saber todas as palavras que você precisa para poder se expressar. Você só poderá adquirir esse estado de espírito se você tiver praticado muito sua conversação em inglês, do contrário você poderá ficar nervoso e ansioso e quem sabe as palavras nem virão, e o que era para ser uma grande oportunidade em sua vida se tornará em uma grande perda.

Participei de várias entrevistas em inglês, mas me recordo de uma entrevista em especial. A empresa era a Micron Technology, uma empresa de alta tecnologia especializada em semicondutores, em resumo, memórias para computadores, celulares e equipamentos eletrônicos e sensores cada vez mais avançados para câmeras e filmadoras. Não havia muitos estrangeiros trabalhando lá, a maior parte dos funcionários era composta por norte-americanos. Havia apenas um brasileiro trabalhando na Micron. A entrevista foi muito difícil e muito demorada, muitas perguntas, tudo muito minucioso. Resultado: fui contratado!

Foi uma excelente empresa para trabalhar, tive uma ótima experiência na Micron. Depois que eu comecei a trabalhar foi que entendi a natureza das perguntas. A Micron tinha um sistema de treinamento online que se chamava Micron University. Nessa universidade online você tinha a oportunidade de fazer diversos cursos com certificação para ampliar seus conhecimentos em diversas áreas. Nós éramos re-certificados constantemente nos processos de produção e eu tinha que explicar em termos técnicos cada operação que as máquinas de testes realizavam. Mas o que eu realmente vim a entender é que todas as perguntas da entrevista eram voltadas para verificar se eu era uma pessoa capaz de aprender sozinho, ou seja, se eu era um autodidata.

A Micron não é uma empresa que segue tendências, a Micron é uma empresa que inventa o que ainda não existe, ela inventa tecnologia que as universidades ainda não descobriram. Formação universitária em certas áreas dentro da empresa é como se fosse algo dispensável. Eles têm verdadeiros gênios trabalhando para eles em inovações que ainda ninguém viu. Por esse motivo os funcionários precisam ser flexíveis e precisam gostar de aprender e precisam estar constantemente renovando seus conhecimentos tecnológicos sem qualquer preguiça. Então os novos funcionários eram sutilmente checados nesse sentido, de que eles gostam de aprender sozinhos e são animados para abraçar mudanças e acompanhar o rítmo olhando sempre para a frente. O mundo da tecnologia é muito competitivo e altamente desafiador.

Com exceção dessa entrevista na Micron que foi muito dura, todas as outras foram tranquilas e abrangem temas simples do dia a dia como já mencionei, estudos, trabalho, hobbies, família. Realmente você precisa estar preparado para ter uma conversação legal em inglês. Naturalidade, autoconfiança e um conhecimento adequado de conversação em inglês vão fazer com que você tenha sucesso na sua entrevista em inglês.

Como Se Preparar Para Ter Sucesso em Entrevistas em Inglês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *