Certa vez eu estava conversando com uma colega de classe nos Estados Unidos e ela era da Coréia do Sul. Ela falava com um sotaque muito forte evidentemente, mas eu podia entender tudo o que ela desejava expressar. Naquele instante eu entendi a importância de se dominar esse maravilhoso idioma inglês.

Eu, um brasileiro, nos Estados Unidos, falando em inglês com uma pessoa da Coréia do Sul. Uma comunicação, que de outra forma teria sido totalmente impossível, pois ela não entenderia absolutamente nada de português assim como eu não entenderia nem uma vírgula de coreano!

Em outras circunstâncias conversei com a professora Iraniana do meu filho na escola e nos entendemos muito bem. Tive uma professora de inglês que era da Romênia. Tive colegas de trabalho de Vietnam, Malásia, Tonga, México, Índia, Canadá, Samoa, Filipinas, Australia, Nova Zelândia, Itália, França e tantos outros países que nem me lembro mais. Tive a oportunidade de me relacionar com pessoas das mais diferentes nacionalidades.

É realmente um prazer saber falar inglês fluentemente e poder se comunicar com pessoas de tantas culturas diferentes. A língua inglesa atua sem mais nem menos como uma ponte que nos une e nos conecta, é como se você tivesse a chave que abre a porta dos pensamentos de uma outra pessoa de qualquer lugar desse mundo, portanto, vale muito a pena estudar e se esforçar para tornar-se proficiente na conversação em inglês.

É interessante que certos países incentivam seus habitantes para que saibam falar inglês de forma fluente sem perder, é claro, o idioma tradicional do país. Cito como exemplo a Noruega, Holanda e Finlândia, entre outros, mas admiro esses em especial. Na Noruega qualquer pessoa na rua é capaz de conversar em inglês com você, eles têm um nível de fluência bem elevado, mas ainda prestigiam e mantém o idioma oficial do país.

Já no Brasil existe muito estudo de inglês, muitas escolas e muito treinamento, mas o que se vê é uma inabilidade total como povo de se manter uma conversação em inglês nas ruas, por exemplo. Imagino que para o Brasil se tornar uma nação bilíngue é necessário uma política governamental que realmente incentive o inglês como segundo idioma.

Atualmente algumas escolas particulares, como o SESI por exemplo, estão adotando um sistema de escola internacional. Nesse sistema todas as aulas são ministradas em inglês e alunos, professores e funcionários devem se comunicar somente em inglês dentro do âmbito escolar. Isso é muito interessante e acredito que esse sistema irá ajudar os jovens a desenvolver uma ótima fluência em inglês.

Tendo em vista que como país não existe um real incentivo para que as pessoas falem em inglês, torna-se necessário que você se esforce bastante, estude muito e pratique muito a conversação em inglês. O idioma inglês é, sem dúvida alguma, um grande diferencial na vida de uma pessoa que deseja estar conectada profissionalmente e educacionalmente a nível mundial.

O domínio Conversation.com.br pode ser usado por escolas de inglês e professores particulares de inglês. Para adquirir este domínio, clique aqui.
Por Que a Conversação em Inglês é Tão Importante?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *